IBIÚNA – POR 8 VOTOS A 7, CÂMARA REJEITA CONTAS DA PREFEITURA DE 2017

A Câmara Municipal de Ibiúna, na sessão desta terça-feira (8), rejeitou as contas da Prefeitura relativas a 2017, primeiro ano do atual mandato que termina no próximo dia 31, ao acolher o parecer apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo – TCESP. Oito vereadores votaram a favor do parecer do TCESP e sete contrários.

A votação ocorreu depois que o advogado Pedro Henrique Mazzaro ter defendido o prefeito João Mello, durante 15 minutos.

A partir da decisão da Câmara, as informações do TCESP se transformam num Decreto Legislativo que será encaminhado ao Ministério Público.

 

Comentários