IBIÚNA – VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 SE REALIZA DE MODO LOUVÁVEL

Vitrine online acompanha a vacinação contra covid-19 que vem sendo realizada pela equipe da Vigilância Epidemiológica de Ibiúna e constatou que esse serviço vem sendo executado de forma profissional competente e responsável, o que confirma as palavras as palavras da sua diretora, enfermeira Ana Carolina:

“A equipe é empenhada, não mede esforço para que tudo aconteça da melhor forma.”

Ao todo são 40 profissionais da área da saúde envolvidos direta ou indiretamente, entre enfermeiros, auxiliares, escriturários e agentes de saúde, explica Ana Carolina.

As abordagens, incluindo entrevista prévia visando preencher com dados sobre as condições de saúde de cada pessoa à vacinação e entrega do cartão de controle vacinal, feitas de maneira educada, prestativa e atenciosa, são louváveis.

NÚMEROS

Ibiúna recebeu até hoje (15) 8.716 doses de vacina contra a covid-19: 7.106 do Instituto Butantan (CoronaVac) e 1.610 da AstraZeneca.

Desse total, já foram aplicadas 5.155 doses, sendo 3.941 primeira dose e 1.214 segunda dose.

Até esta quinta-feira (18), sempre das 9 às 15 horas, continuará a vacinação para idosos com 74 anos, em dois locais: pelo sistema drive-thru no Centro de Convivência do Idoso, localizado no Residencial São Lucas (próximo à Marginal) e no Posto de Saúde Central, na avenida São Sebastião, 369.

Até o momento não houve nenhum incidente no procedimento de vacinação, disse Ana Carolina, informação tranquilizadora e inspiradora de confiança, já que se trata da única forma efetiva de combater o coronavírus em todo o mundo.

TIRA-DÚVIDAS

Caso você tenha alguma dúvida sobre o programa de vacinação, ligue para o telefone Tira-Dúvidas, da Vigilância Epidemiológica, que lhe dará a orientação necessária: (15) 3241-2601.

Carlos Rossini

Carlos Rossini é jornalista, sociólogo, escritor e professor universitário, tendo sido professor de jornalismo por vinte anos. Trabalhou em veículos de comunicação nas funções de repórter, redator, editor, articulista e colaborador, como Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Diário Popular, entre outros. Ao transferir a revista vitrine, versão imprensa, de São Paulo para Ibiúna há alguns anos, iniciou uma nova experiência profissional, dedicando-se ao jornalismo regional, depois de cumprir uma trajetória bem-sucedida na grande imprensa brasileira. Seu primeiro livro A Coragem de Comunicar foi lançado na Bienal do Livro em São Paulo no ano 2000, pela editora Madras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *