Vitrine Online, a melhor informação !

DEBAIXO DE CHUVA, EQUIPE DA SAÚDE VACINA 17.439 IBIUNENSES; HAVERÁ MAIS 3 DIAS DE VACINAÇÃO NO POSTO CENTRAL

“Neste sábado (13), foram vacinados 17.439 pessoas, em 60 bairros, por uma equipe composta por 150 profissionais da saúde, com apoio do Samu e Vigilância Epidemiológica de Sorocaba. A última equipe a retornar ao Posto Central, na av. São Sebastião, chegou às 20h45, do bairro Manuel Clemente, distante cerca de 18 quilômetros do centro da cidade”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Reginaldo Ribeiro, à vitrine online, ao fazer um balanço da campanha.

“O resultado foi muito positivo, pois conseguimos, em apenas um dia, atingir nossa prioridade que eram crianças de 2 anos a jovens com 19 anos 11 meses e 29 dias”, assinalou Ribeiro. De acordo com o secretário, por não terem sido atendidos todos os postos programados pela campanha, a vacinação prosseguirá mais três dias – 2ª, 3ª e 4ª feira, das 8 às 16 horas – somente no Posto de Saúde Central, na avenida São Sebastião [telefone 15 3241-2601].

A quantidade de vacinas recebidas do Ministério da Saúde, inicialmente anunciadas como 21.000 unidades, subiu para 24.000, o que permite dar cobertura para maior número de pessoas, na mesma faixa etária definida para a campanha.

Debaixo de chuva

O comparecimento aos postos de vacinação foi maciço, mesmo debaixo da chuva durante todo o sábado. “É preferível tomar chuva do que pegar meningite”, declararam alguns leitores no Facebook da vitrine online.

Em vista das dificuldades logísticas, pois Ibiúna é um município territorialmente muito extenso, com cerca de 90 bairros, mais com a agravante da chuva e falhas que ocorrem naturalmente em processos dessa natureza, organizados em prazo muito curto, houve falhas que provocaram reclamações dos munícipes.

Queixas

Vitrine online recebeu dos leitores queixas ou comentários sobre a campanha de vacinação. Eis alguns deles:

“Chegamos às 15h00 à Associação no bairro do Recreio, onde a vacinação deveria começar às 13 horas, mas a equipe ainda não havia chegado. Estava chovendo e não havia como entrar para nos abrigarmos na sede da associação. Por isso, fomos embora e minhas filhas não receberam a vacina.” – Mayra Ebenau Maia

“Na Escola Estadual Nazaria, no bairro Capim Azedo, o início da vacinação estava marcado para 12h00, mas a equipe somente chegou às 16h00.” – Mônica Neves

“No bairro da Ressaca teve muita confusão e até discussão entre as pessoas que estavam na fila, que não se entendiam entre si. Houve demora de até três horas para ser vacinado.” – Ju Vieira

“Que falta de consideração! Aqui no bairro Bela Vista esperamos até às 17h00, quando ligaram dizendo que a vacinação tinha sido cancelada e que deveríamos procurar o Posto Central na 2ª, 3ª e 4ªfeiras.” – Thaiane Álvares

Imunidade

Segundo o secretário da Saúde, a imunidade [a defesa do organismo contra a bactéria] da vacina contra a meningite tipo “C” se conta a partir do 15º dia da aplicação.

É importante, no entanto, que todos os cuidados com a higiene pessoal sejam mantidos [lavar as mãos constantemente, sobretudo antes das refeições, não compartilhar objetos que possam contaminar as mucosas dos olhos, do nariz e da boca, como copos e talheres, etc.], a fim de eliminar ao máximo as possibilidades de contágio.

O segundo caso de contaminação, uma aluna de 9 anos da Escola Municipal Bairro do Sará Sará, de acordo com informações recebidas hoje da diretora da Vigilância Epidemiológica de Ibiúna, Sandra Toledo, continua internada [e não como insinuamos ontem de que poderia ter tido alta e que estaria em casa] no Hospital Regional de Sorocaba, pois há um procedimento medicamentoso que precisa ser mantido. “Mas ela passa bem.”

 

 

 

Comentários