Depois de um longo tempo sem contato comigo, eis que, de repente, recebo uma mensagem no zapp: “Tia Filomena, é a senhora?!” “Sim, quem poderia ser, meu sobrinho?”