Projeto de lei enviado pelo prefeito municipal, doutor João Mello, e que não foi votado porque não obteve aprovação de pedido de urgência nas sessões anteriores, fez o