Vitrine Online, a melhor informação !

REGIANI GOES SAI DO ANONIMATO E CONTA COMO NASCEU “CONHECENDO IBIÚNA”

Sou ibiunense, moro em São Paulo desde 1998, mas nunca deixei de frequentar minha cidade. Sempre gostei de manter minhas raízes e divulgar Ibiúna para os meus amigos de São Paulo. Nos fins de semana e durante as férias eram lá meus passeios turísticos.

Num lindo dia, precisamente em 23 de julho de 2016, mês de férias escolares, resolvi explorar a minha cidade.

Eu estava acompanhada da minha filha, parceira inseparável, e mais duas filhas da minha amiga. A ideia era almoçarmos na estrada do Vinho de São Roque, mas descobri o day use da Pousada Paraty de Ibiúna e lá fomos nós.  Ficamos encantadas com toda infraestrutura.

Assim, comecei a procurar mais e mais lugares para conhecer em Ibiúna.

Em janeiro de 2017 eu ganhei do Haras Passárgada o Mapa Turístico de Ibiúna da Editora Achei. Abri o mapa e tive a ideia de conhecer todos os pontos turísticos ali indicados e, na mesma hora, resolvi criar o perfil “Conhecendo Ibiúna” no Facebook para registrar tudo o que eu viria descobrir e também despertar nos moradores da cidade o orgulho dos serviços e produtos da cidade. Por isso, sempre finalizo as postagens com as expressões #edeibiuna #orgulho

O perfil atingiu 5mil inscritos em pouco tempo. Fiquei muito feliz com a repercussão positiva. A Revista Mais Ibiúna chegou a publicar um texto que postei no Facebook sobre as abóboras.  Senti-me tão orgulhosa, mas naquele momento pedi pra não atrelar o meu nome à página porque queria ficar no anonimato.

Depois resolvi criar a página e o Instagram “Conhecendo Ibiúna”. Apesar do meu amadorismo, os amigos virtuais começaram a me presentear com fotos para serem postadas nos canais do “Conhecendo Ibiúna” e o carinho foi aumentando cada dia mais.

Em março de 2017 conheci o programa de Turismo Rural de Ibiúna, coordenado pelo Toninho do Sindicato Rural de Ibiúna e ministrado pelo Prof. Guma do Senar. Esse programa me ajudou a conhecer muito mais lugares e pessoas com projetos incríveis realizados e a serem realizados.

Foi mágico conhecer a turma do programa do Turismo Rural. Tive a oportunidade descobrir muitas propriedades com grandes potenciais turísticos e pessoas anônimas fazendo o seu melhor para alavancar seus  serviços de excelência.

Pensando em colaborar com essa turminha do bem, posto tudinho no Face. Enfim, uma coisa foi puxando a outra, e quando me vi já estava cada vez mais envolvida com o “Conhecendo Ibiúna”.

Tem hora em que me pergunto o motivo de fazer o que faço no “Conhecendo Ibiúna”. A única resposta que tenho é que me faz feliz.

Recentemente, participei da mesa-redonda sobre Turismo Municipal de Ibiúna.  Fiquei muito honrada pelo convite que o Sandro me fez. Eu falando sobre minha cidade? Que honra! Que orgulho!

A ideia era manter-me no anonimato, mas esse evento revelou minha identidade (risos). Meus amigos sempre me falaram que eu deveria sair do anonimato, mas eu sempre respondi que sair do anônimo custa caro. Sabe por quê? Porque não é todo dia que estou de cabelo arrumado e maquiada. Brincadeiras à parte, então é melhor continuar com esse estilo de se comunicar, uma vez que a personagem principal é Ibiúna.

Sinto orgulho ao constatar que apenas pelo perfil do “Conhecendo Ibiúna” a nossa cidade já foi “clicada” mais de 40 mil vezes em tão pouco tempo. Sou do mundo jurídico, mas tenho o “Conhecendo Ibiúna” como um hobby predileto.

Ouvi uma frase que dizia mais ou menos assim. “O potencial de uma semente é virar uma árvore, mas para isso ela precisa ser regada e protegida” Acredito no potencial de Ibiúna e a minha forma de “regar” a minha cidade é mostrando o quanto ela é bonita, motivando pessoas a cresceram e investirem na cidade, a terem orgulho de suas raízes, a ibiunarem cada dia mais.

 

Comentários