Vitrine Online, a melhor informação !

MEDITAÇÃO – UM CASO DE AMOR E PAZ EM IBIÚNA

Esta semana tive a gratíssima oportunidade de conduzir uma prática de meditação para trinta pessoas da melhor idade que vivem em Ibiúna, no espaço cedido pelo Guarani Atlético Clube.

Discípulo de meditação há mais de quinze anos, meus mestres interiores me autorizaram a fazer essa doação de amor às pessoas.

E o resultado foi encantador. Recebi e retribui dezenas de abraços e beijos e ouvi palavras que ainda ecoam dentro de mim como uma energia que me enche de paz. À noitinha, sentado no sofá em casa, experimentei por brevíssimo instante um oceânico sentimento de liberdade espiritual.

Já estou convidado para novos encontros e, na medida do possível, participarei com imensa alegria por conviver com aqueles momentos de graça e numinosidade. Uma senhorinha que nem sequer podia sentar-se por muito tempo acompanhou uma parte de pé encostada na parede. No fim, me deu um abraço tão amoroso e verdadeiro que flutuei na emoção.

Meninas e meninos da terceira idade, muito obrigado por me proporcionar um momento tão agradável com vocês!

A meditação não é uma forma de relaxamento, embora isso possa acontecer, mas um estado de prontidão mental em que as pessoas dão um mergulho em direção à sua verdadeira essência, de modo mais consciente possível.

Vale lembrar que, embora o Homem já tenha orbitado a Terra e acabado de aterrissar em Marte, a mente humana prossegue sendo o maior enigma da existência para religiosos, cientistas, filósofos e mesmo iogues.

Como é possível saber quem somos, se nossa mente muda de atenção quatro vezes por segundo, ou seja, milhares de vezes em um único dia que é composto por 1.440 minutos. Como lidar com milhares de pensamentos, sensações e imagens que flutuam em nossas mentes, sem que tenhamos consciência da maioria absoluta deles? O cérebro, onde a mente vive, com seus 86 bilhões de neurônios que fazem infinitas conexões entre si, pode ser considerado como um processador de informações, até o momento em que tem a parada de suas funções, ao fim da vida.

A meditação é uma poderosa maneira de libertar os indivíduos da ilusão em que vivem e, sobretudo, de fazer perceber os valores verdadeiros de suas existências. Seus benefícios são comprovados por estudos científicos realizados ao redor do mundo e sua prática já é corrente há anos em escolas, cadeias, empresas, hospitais, corporações militares, clínicas, em vários lugares do mundo. Até mesmo o SUS decidiu incorporá-la ao sistema de saúde.

Seus benefícios em favor da vida saudável e bem-estar, da pessoa consigo mesma e com os outros, são imensos.

Nesses tempos em que a depressão se apresenta como um dos maiores males da humanidade, fragmentando as mentes dos indivíduos, ao lado das terapias com base científica, seja por meio da psiquiatria e das psicologias, a meditação, em suas diversas modalidades, figura como um promissor caminho para a segurança mental e espiritual para uma vida em que a felicidade, humanamente possível, possa fazer parte de nossa bem-aventurança. (Carlos Rossini)

 

Comentários