Vitrine Online, a melhor informação !

ENSAIO – A VERDADE GRAVITA EM TORNO DA NOSSA CIDADE?

Um dos hábitos mais comuns das pessoas talvez seja a aquisição de hábitos que se enraízam desde o início da nossa história lá na infância e se transformam em “verdades”. Outro, igualmente similar, é achar que somos seres imutáveis.

Em termos universais, o Homem demorou demasiadamente, por conta de dogmas religiosos, para descobrir que a Terra não era o centro do universo, e sim o Sol. Muitos foram condenados e mortos pelas garras da Santa Inquisição. Observe: “Santa”.

Esse “modelo” rigoroso de imposição da ignorância, não deve ser à toa por que hoje os novos mandatários do País tentam despudoradamente impor medidas restritivas à educação libertária, vem desde aqueles tempos das trevas.

Baixando a bola, quero dizer que, como ibiunense adotivo e que ama a cidade e sua sofrida população, fiz de tudo para que contribuir para um avanço humanista em que os cidadãos sejam respeitados em sua dignidade e em seus direitos fundamentais.

Sugeri adoção de medidas, realizei estudos visando lançar luzes, ainda que modestas, para haver melhorias substanciais nos assuntos de genuíno interesse público, incluindo proposições concretas de metodologia de natureza administrativa.

Nesse período, de mais de dois anos, em que agi com esse propósito, percebi os percalços sentidos pela população: desrespeito, humilhação, indiferença e até mesmo falta de sensibilidade com o sofrimento alheio.

Pela ordem de importância, menciono aqui os setores em que aparentemente houve registro dos problemas mais gritantes entre nós: atendimento médico-hospitalar, transporte público, coleta de lixo, condições de ruas e estradas, como o icônico caso da Estrada do Verava, cujo trajeto percorri para verificar a precariedade da situação in loco.

Crer em promessas insustentáveis gerou um dolorido sentimento de decepção, sobretudo para aqueles que, como eu, acreditavam que algo de bom logo começaria a surgir. Tratava-se, portanto, de uma questão de tempo. Mas os fatos observados foram minando a expectativa de uma virada positiva. Tomara que ainda possa acontecer!

Agora chegamos ao ponto insinuado no início deste artigo: a mudança de perspectiva é não apenas necessária, mas imperativa. Definitivamente, o nosso amado planeta é apenas uma pálida estrelinha situada numa das muitas extremidades da Via Láctea. Portanto, qualquer pretensão, vaidade, paixão pelo poder ou arrogância não passam de uma míope obtusidade.

Não se pode tapar o Sol com a peneira é um axioma popular em plena vigência. O Sol que, por sua luz natural, revela a verdade que se oculta nas sombras tem um poder maior do que a ignóbil pretensão humana. (Carlos Rossini é editor de vitrine online)

 

Comentários