Vitrine Online, a melhor informação !

IBIÚNA – MORADORES NA ESTRADA DA CACHOEIRA QUESTIONAM PARALISAÇÃO DAS OBRAS DE RECAPEAMENTO

Moradores no bairro da Cachoeira, principalmente no residencial “Minha Casa, Minha Vida”, questionam a Prefeitura. Querem saber por que as obras, numa extensão de 700 metros, aproximadamente, que previa recapeamento, calçada lateral, sinalização e iluminação foram interrompidas.

Trata-se de um trecho considerado perigoso e que vitrine online vinha havia cinco anos noticiando, tendo em vista a questão de segurança dos munícipes.

A placa indicativa da obra, instalada próximo da Comunidade Dito Pires, ao lado da torre, informa que seu custo, com recursos do Ministério das Cidades, é de R$ 523.575,85 – prazo para conclusão 12 meses, a contar de 26.6.2018, ou seja, em junho de 2019.

No dia 20 de julho, de acordo com notícia divulgada pela Prefeitura, o prefeito esteve vistoriando o local já com uma parte do recapeamento iniciada. Na ocasião declarou: “Estamos trabalhando para levar mais qualidade de vida à população, além disso, sabemos que os bairros são carentes de infraestrutura.”

Hoje, 31 de julho, vitrine online esteve no local e observou que uma faixa foi afixada na cerca do residencial com os seguintes dizeres: “Recapeamento nesta via – Trafegue com cuidado. Seus IPTU bem aplicado.”

A revista apurou que os trabalhos deverão ser retomados somente depois de haver acerto com a empresa construtora, sendo que a liberação dos pagamentos depende de medições a serem avaliadas pela Caixa Econômica Federal, financiadora da obra.

QUALIDADE

Vitrine online percorreu hoje o trecho em que o recapeamento foi executado e observou a existência de desnível entre uma faixa e outra de rolamento, exatamente no ponto de interseção entre elas.

Além disso, há notórios pontos em que a mistura da massa asfáltica com as britas não foi bem executada, já deixando transparecer falhas que certamente evoluirão para futuros buracos, pois a estrada, que liga Ibiúna a Mairinque, tem trânsito pesado, incluindo carretas, caminhões e ônibus.

Problemas já haviam sido apontados por vitrine online em relação às obras da calçada lateral.

No entanto, apuramos que existe garantia técnica de 5 anos das obras que foram contratadas à Verdebianco Engenharia Eireli.

Comentários