Vitrine Online, a melhor informação !

EM NOTA, PREFEITURA ESCLARECE SOBRE NOTÍCIA DAS AMBULÂNCIAS

A assessoria de Imprensa da prefeitura de Ibiúna enviou hoje à tarde (26) a seguinte nota de esclarecimento sobre a notícia divulgada a partir do domingo à noite pela revista vitrine online, depois de ter recebido denúncia do acompanhante de um paciente que fora levado ao Pronto Socorro do Hospital Municipal na madrugada de sábado:

“Em resposta à matéria publicada ontem (domingo), com o titulo PREFEITURA PROÍBE USO DE AMBULÂNCIA APÓS MEIA-NOITE EM BAIRROS DISTANTES MAIS DO QUE 15 KM, informo que:

O comunicado é antigo, colocado na gestão anterior e assinado pelo ex-secretário do hospital Renato Nogueira, que não trabalha mais para a prefeitura. Esta não foi uma determinação da atual secretaria da saúde, muito menos do atual prefeito, que com trabalho e seriedade tem mostrado a que veio. Vale ressaltar que o atendimento emergencial e resgate a pacientes têm sido feito normalmente, em qualquer horário e lugar do município, pelo SAMU e APH (Atendimento pré-hospitalar).

Peço a gentileza de acrescentar estas informações no site, já que não fomos procurados ontem para esclarecer este mal entendido.” Mariana Giancoli.

 

Nota da Redação:

 

1. Se o comunicado é antigo e ainda continua afixado no quadro de avisos do hospital, por que não foi retirado para evitar confundir tanto os funcionários quanto os pacientes que procuram os serviços do PS?

2. Os demais avisos que se encontram no mesmo quadro também estão defasados quanto à realidade atual ou somente o mencionado comunicado interno alvo da notícia?

3. Com relação ao fato de não termos procurado esclarecer antes esse “mal-entendido” [provocado pela própria municipalidade] no domingo, gostaríamos de ter um contato para casos semelhantes que ocorram nos domingos, quando a prefeitura está fechada, e nos feriados. Mas é oportuno mencionar, que a revista vitrine online, que foi o único veículo de comunicação a divulgar a denúncia de uma vereadora no caso das pedras, procurou insistentemente ouvir o prefeito antes de publicar a matéria, mas o prefeito não retornou a prometida ligação, assim como o presidente da Câmara, que foi procurado pela mesma razão na época.

4. Logo depois que o TSE decidiu legitimar a candidatura de Fábio Bello e houve um amarelão geral na administração, também tentamos ouvir os sentimentos do prefeito na saída de uma reunião no Auditório Municipal. Ele não só se negou a falar, como agiu de modo ríspido e deselegante, muito diferente da imagem passada para o público. O motivo: a revista havia publicado duas matérias, com fontes seguras e institucionalizadas, que contrariaram o prefeito. Imagina que coisa: só devemos publicar matérias dóceis e favoráveis?

5. De qualquer modo é bom saber se tratava apenas de um desleixo burocrático o caso das ambulâncias e que a realidade hoje é diferente. Vamos conferir e a revista continua aberta à toda população ibiunense.

Comentários