Vitrine Online, a melhor informação !

TINA DOMINGUES, NO SORTEIO DE CASAS: ‘A PARTIR DE HOJE 472 FAMÍLIAS IBIUNENSES TERÃO ENDEREÇO E UMA HISTÓRIA. ISTO É MARAVILHOSO!’

“Eu me sinto feliz por participar desse evento tão importante. Muitas das famílias que aqui estão talvez nunca tivessem a oportunidade de ter casa própria. A gente vê a alegria estampada nos rostos das pessoas que, a partir de hoje, terão um endereço e uma história e isso é maravilhoso!”. Essas palavras foram ditas à vitrine online pela secretária de Assistência Social e interina da Habitação do município de Ibiúna, Albertina Domingues, hoje (30) de manhã logo após abrir a reunião em que foram sorteadas 472 casas do projeto “Minha Casa, Minha Vida”, no Ginásio do Centro Olímpico, no centro da cidade.

Mais de mil e quinhentas pessoas participaram do sorteio que se estendeu por cinco horas e meia, das 10h30 às 16h00, num clima de notável emoção, expectativa e alegria dos sorteados que se irradiou pela cidade.

Ao se dirigir à multidão, o prefeito Eduardo Anselmo assinalou o processo de isenção do sorteio, de modo a assegurar a maior transparência e lisura possíveis.  Ele explicou os procedimentos que incluíram a leitura pública de cada um dos nomes dos habilitados escritos em pequenas tiras que à vista de todos eram colocadas em envelopes e transferidos para uma das três urnas transparentes. Um grupo de pessoas da comunidade se encarregou de retirar e abrir os envelopes e declarar os respectivos nomes. Todo o sorteio foi filmado também como forma de assegurar a correção do evento.

Eduardo Anselmo evocando um trecho bíblico “há tempo para cada coisa…”, enfatizou que aqueles que não seriam contemplados [95 famílias, já que houve 567 inscritos para um total de 472 casas] que mantivessem a esperança porque no próximo ano serão disponibilizadas 189 casas do CDHU – essas casas tiveram sua construção suspensa, mas as obras foram retomadas. Aventou também a possibilidade de haver um novo projeto “Minha Casa, Minha Vida”, intenção já manifestada, segundo informou à vitrine online o superintendente regional de Governo do Banco do Brasil, Rogério Lacava.

Entrega das casas

Lacava informou que o Banco do Brasil começará a chamar os sorteados para assinatura dos contratos e que as chaves começarão a ser entregues a partir da segunda quinzena de outubro. “As mudanças serão agendadas pela prefeitura, a fim de evitar um ‘congestionamento’ na área do condomínio”, esclareceu. Acrescentou que no local haverá horta comunitária e um centro de informática a ser gerido pela ONG SOS Itupararanga, mediante contrato celebrado com a Fundação Banco do Brasil e atividades esportivas nas quadras internas, assim como no campo  de futebol da Cachoeira, que fica em frente ao condomínio.

Sorteio

O sorteio seguiu um roteiro de acordo com os critérios de priorização estabelecido pela Lei 11.987, de 7 de julho de 2008. Assim, duas pessoas receberam suas casas fora do sorteio porque as pessoas habilitadas estavam inclusas nas seguintes características: são portadoras de necessidades especiais, sustentam a família e moram em área de risco.

Em seguida houve sorteio de vinte e quatro casas para portadores de necessidades especiais, a partir daí para os idosos e, enfim, para os demais habilitados. Os três pacotes com os respectivos nomes dos sorteados ficaram sob a custódia da Guarda Civil Municipal.

Depois de concluído o processo principal, houve sorteio de suplentes, para o caso de haver alguma desistência.

Participantes

Além das personalidades citadas, também participaram do certame o vice-prefeito e secretário interino da Saúde, Adal Marcicano; o gerente do Banco do Brasil em Ibiúna, Luis Alberto Carrara; secretários municipais; dez representantes da comunidade [sete homens e três mulheres] que realizaram o sorteio; depois da sessão na Câmara Municipal, alguns vereadores compareceram no ginásio.

Comentários