Vitrine Online, a melhor informação !

CÂMARA APROVA COMISSÃO ESPECIAL PARA APURAR “GRAVES PROBLEMAS” COM TRANSPORTE DE PACIENTES EM IBIÚNA

Por 11 votos a 4, a Câmara Municipal de Ibiúna aprovou hoje (19) a constituição de uma comissão especial para apurar “graves problemas” relatados por munícipes em relação à má prestação de serviços de transporte de pacientes do município aos hospitais e clínicas da região. Dependendo do que for apurado, poderá ser criada uma Comissão Especial de Investigação para adoção das medidas legislativas cabíveis.

O vereador Pedrão da Água, que apresentou o Projeto de Resolução nº 11/2015, presidirá a Comissão Especial de Vereadores – CEV. Segundo anunciou à vitrine online, “o objetivo é dar respostas à população e contribuir para resolver a situação com a máxima urgência possível, uma vez que aumentou muito o número de reclamações dos munícipes”.

Os demais integrantes da CEV serão nomeados pelo presidente da Câmara, vereador Rodrigo de Lima, de acordo com um sistema de proporcionalidade representativa.

Pedrão da Água presidiu a CEV que estudou a situação crítica da saúde em 2009, que contribuiu para lançar luzes sobre diversas deficiências no sistema municipal de saúde. O Hospital Municipal havia fechado e foi reaberto em fevereiro de 2011.”Tanto naquela época quanto agora, nosso propósito não é fazer uma caça às bruxas, mas sim ajudar o Executivo a encontrar soluções. Hoje mesmo, num processo que durou mais de três horas, houve diversas sugestões de vereadores que poderão ser levadas em conta no processo de mudanças que se fazem necessárias.”

As queixas da população incluem a falta de veículos e de transporte de pacientes em algumas regiões do município, problemas relativos ao não cumprimento de horário de saída dos veículos, descumprimentos de obrigações contratuais “por parte das empresas responsáveis pelo serviço”, entre outros, de acordo com os argumentos de justificativa do projeto de resolução.

Quanto vale uma vida?

“Estamos mexendo com a vida das pessoas e não podemos virar as costas à população e sim dar respostas concretas para a solução dos problemas”, esclareceu Pedrão da Água. Lembrou que a iniciativa – com apoio dos vereadores Carlinhos Marques, Jair Marmelo, Abel do Cupim – se deveu nas reclamações apresentadas há duas semanas por integrantes da “base situacionista do chefe do Executivo”, incluindo o líder do Governo, Devanir Cândido de Andrade, que relatou fatos contristadores.

Os 11 votos favoráveis à CEV foram dados pelos vereadores Abel do Cupim, Carlinhos Marques, Beto Arrais, Rodrigo de Lima, Jair Marmelo, Leôncio Ribeiro da Costa, Luiz Carlos de Carvalho, Paulo Cesar Dias, Paulo Sasaki, Pedrão da Água e Rozi Soares Machado.

Os 4 votos contrários à constituição da CEV foram de Aline Borges de Moraes, Devanir Cândido de Andrade, Israel de Castro e Odir Vieira Bastos.

Comentários