JUÍZA ELEITORAL DE IBIÚNA INTIMA FÁBIO BELLO A REGULARIZAR SUA SITUAÇÃO ELEITORAL EM 72 HORAS

fabio 27.8.2016

A juíza eleitoral de Ibiúna, dra. Paula da Rocha e Silva Formoso, intimou hoje (27) Fábio Bello a, em 72 horas, “suprir irregularidades relativas ao registro de sua candidatura, sob pena de indeferimento de pedido” [de registro de candidatura]. O primeiro documento exigido é a Certidão da Justiça Estadual de 2º grau, do domicílio do candidato; comprovação de inexistência de inelegibilidade; validação do nome, número, cargo, partido.

PEDIDOS DE IMPUGNAÇÃO

Duas ações pedindo a impugnação do registro da candidatura à reeleição de Fábio Bello (PMDB) ingressados por dois candidatos a vereador pelo PSB e a apresentação de duas notícias de ausência de condição de elegibilidade – equivalente a ação de pedido de impugnação do registro da candidatura, só que apresentado por um cidadão não-candidato: uma contra a candidatura de Fábio Bello e a outra, do candidato pelo PTB, Paulo Sasaki.

Esses foram os pedidos relacionados a candidatos ao cargo de prefeito nas eleições de 2 outubro recebidos e registrados pelo Cartório Eleitoral de Ibiúna até o término do prazo legal para essa providência, às 19 horas deste sábado (27). Os candidatos objetos

Uma ação de pedido de impugnação de registro foi ingressado em relação ao candidato a vereador Alexandre Bello (PMDB) pelo fato de ser irmão do atual prefeito Fábio Bello e candidato à reeleição. Se Fábio não estivesse no cargo de prefeito, Alexandre poderia se candidatar regularmente, de acordo com os argumentos legais descritos pelo candidato a vereador que propôs a impugnação.

Três ações pedem a impugnação do registro dos candidatos a vice-prefeito pelo PTB, Fernando Vieira Branco (Fernando Marmelo), a vice-prefeito pelo Solidariedade, Valdemar Cardoso, e a vereador pelo PSD, Roque Pereira – nos três casos, alega o autor, que eles não se licenciaram dos cargos que ocupam na Cooperativa de Eletrificação de Ibiúna e Região – Cetril, nas funções de vice-presidente [Fernando] e vogais, Valdemar e Roque.

O prazo para a defesa dos candidatos atingidos pelos recursos é de sete dias.

OS AUTORES

As ações de impugnação de registro de candidatura de Fábio Bello, Alexandre Bello, Fernando Marmelo, Valdemar Cardoso e Roque Pereira foram apresentadas pelo candidato a vereador pelo PSB, Edilson Fernandes. O candidato a vereador, também pelo PSB, Alexandre Galvão do Nascimento, pediu a impugnação da candidatura de Fábio Bello.

As apresentações de notícia contra os candidatos a prefeito Fábio Bello (PMDB) e Paulo Sasaki (PTB) foram apresentadas por José Gomes.

De acordo com a legislação eleitoral, somente podem apresentar ações de impugnação de registro de candidaturas os candidatos, os partidos, as coligações e o Ministério Público. No entanto, os cidadãos têm o direito de adotar o mesmo procedimento. Nesse caso, o meio correto é por meio de apresentação de notícia de ausência de condição de elegibilidade com a finalidade de impugnar o registro.

 

Carlos Rossini

Carlos Rossini é jornalista, sociólogo, escritor e professor universitário, tendo sido professor de jornalismo por vinte anos. Trabalhou em veículos de comunicação nas funções de repórter, redator, editor, articulista e colaborador, como Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Diário Popular, entre outros. Ao transferir a revista vitrine, versão imprensa, de São Paulo para Ibiúna há alguns anos, iniciou uma nova experiência profissional, dedicando-se ao jornalismo regional, depois de cumprir uma trajetória bem-sucedida na grande imprensa brasileira. Seu primeiro livro A Coragem de Comunicar foi lançado na Bienal do Livro em São Paulo no ano 2000, pela editora Madras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *