Vitrine Online, a melhor informação !

OBRAS DA DUPLICAÇÃO DA RODOVIA BUNJIRO NAKAO SERÃO DIVIDIDAS EM TRÊS LOTES

bunjiro-nova-audiencia

A Secretaria Estadual de Logística e Transportes realizará no dia 25 de outubro uma audiência pública que “possibilitará a contratação da obra de modernização (duplicação) da Rodovia Bunjiro Nakao (SP 250) entre Vargem Grande Paulista e Ibiúna. A sessão será realizada dia 25 de outubro, às 15h, na sede do Departamento de Estradas de Rodagem, em São Paulo.

Na audiência, de acordo com os termos do convite para o evento, serão apresentados os dados técnicos do projeto à população beneficiada pelas obras e às lideranças políticas da região.

A participação da população – assinala a nota – é vital nesse processo, pois suas dúvidas poderão ser esclarecidas nesta data. Os processos públicos de licitação atendem os requisitos da Lei federal 8.666 de 21/06/1993 e a audiência será realizada em acordo com o disposto no Artigo 39 da referida legislação.

O projeto executivo de obras para a SP-250 prevê a duplicação da pista, do km 45,25 ao km 74, beneficiando os municípios de Vargem Grande Paulista, Cotia e Ibiúna. Em função da extensão da obra, ela deverá ser dividida em três lotes. O lote 1 contempla os km 45,25 ao km 53,25, o lote 2 abrange o km 53,52 ao km 63,32 e o lote 3, terá obras realizadas do km 63,32 ao km 74.

A expectativa do DER é que o edital de licitação para contratação das empresas responsáveis pelos serviços seja publicado até o final de 2016. O valor orçado do empreendimento é de R$ 221,4 milhões, a ser financiado pelo Banco Mundial, por meio do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) e da Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA).

 

Nota da Redação: Os técnicos do DER já haviam realizado uma audiência pública na Câmara Municipal de Ibiúna no dia 3 de setembro de 2014 e as obras já deveriam ter sido realizadas, segundo as informações divulgadas na época pela vitrine online. A demora para o início das obras, por meio das quais se esperam a diminuição de acidentes na rodovia e melhores condições de segurança e conforto, fez com que muitas pessoas começassem a descrer em sua construção.

Comentários