Vitrine Online, a melhor informação !

EDITORIAL – FELIZES ANOS-NOVOS, IBIUNENSES!

jao

No que depender de João Mello, eleito prefeito de Ibiúna para os anos 2017 a 2020, os ibiunenses terão uma governança inovadora, no que esse termo [governança] significa: respeito ao Estado de direito, transparência, responsabilidade, orientação por consenso, igualdade, inclusão, eficácia-eficiência e prestação de contas.

Governança é o modo de exercer o poder na administração dos recursos sociais e econômicos [visando ao crescimento e desenvolvimento do município] e a capacidade de planejar, formular políticas e cumprir suas funções.

Entendemos, após ouvi-lo para a veiculação de notícias e conhecê-lo como pessoa, bem como seus propósitos políticos, que ele dispõe da necessária competência para cumprir as promessas de campanha reveladas em seu plano de governo elaborado para beneficiar todas as pessoas e setores de responsabilidade pública. Nesse sentido, podemos contar com e desejar felizes anos novos ao povo ibiunense.

Para que esse vaticínio se realize, no entanto, é preciso que a população o apoie de modo efetivo, colabore, a fim de que a esperança em seu governo, manifestada por todos os cantos do município, se torne a realidade tão desejada. Essa perspectiva exige um comportamento ético social, como atitude da coletividade. Assim agem os cidadãos conscientes de que não devem ser meros espectadores passivos da história, mas construtores ativos desta.

Um bom governo assim, como queremos, é capaz de criar um ambiente em que seja possível a realização das pessoas como seres humanos – na saúde, na educação, na segurança pública, no lazer, na cultura, etc. Essa realização deve proporcionar aos indivíduos tanto a possibilidade de existir no sentido econômico [emprego, por exemplo], mas também no sentido ético e moral.

Uma colaboração mútua – governante-população – permitirá uma verdadeira mudança tão sonhada pelo povo ibiunense fatigado com uma sequência de fatos políticos e administrativos no mínimo indesejáveis.

Assim, o estabelecimento de uma nova ordem moral torna-se imprescindível, tanto por parte do futuro chefe do Executivo quanto da população, a fim de que a sociedade ibiunense possa experimentar que a mudança é de fato possível e precisa do envolvimento da vontade geral do povo.

Uma frase singela de João Mello, estampada como manchete do jornal de sua campanha, sintetiza com propriedade seu desejo genuíno: “Eu quero mudar Ibiúna para que as pessoas tenham uma vida melhor.” Não é isso o que todos queremos?

Comentários