Vitrine Online, a melhor informação !

“PAPAI LOÉL, PAPAI LOÉL” – AS CRIANÇAS SE ENCANTAM AO VER PAPAI NOEL EM IBIÚNA

papai-noel

Quando a menininha viu papai Noel chegando correu em sua direção chamando “Papai Loél, papai Loél” e abraçou suas pernas, pequenina que é. Outras crianças fizeram o mesmo, com a presença daquele que provoca alegria, realiza sonhos e entrega presentes. Tocando um sinete e entoando “Ôôôôu…” virou o centro do mundo encantado e personagem que talvez jamais será esquecido na imaginação dessas pessoinhas, quando ficarem adultas e até mesmo idosas.

Os presentes, devidamente empacotados, estavam em um salão em cujo centro havia uma cadeira, atrás dela uma árvore de Natal singela. Ali papai Noel se sentaria e entregaria um a um para trezentas e quarenta crianças.

Antes, sob um dia magnífico com céu azul, ainda se divertiriam, tomariam lanche, receberiam sorvete do bom “velhinho”, balas que carregava em um saco plástico, bolo e refrigerantes, em companhia dos seus pais, avós, tios e tias.

Vendo toda a cena simples, tocante, realizada no pátio em torno de uma pequena igreja, voltei para o meu passado como se fosse hoje. Íamos receber presentes do papai Noel, igualmente, em um grande parque infantil. De madrugada já estava em uma longa fila esperando chegar a hora mágica do presente.

De um alto-falante repetia-se a “Canção da Criança” que permanece viva em minha memória: “Criança feliz, feliz a cantar/Alegre embalar seu sonho infantil/Ó meu bom Jesus/Que a todos Conduz/Olhai as crianças do nosso Brasil/Crianças com alegria/Qual um bando de andorinhas/Viram Jesus que dizia/Vinde a mim as criancinhas/Hoje dos céus num aceno/Os anjos dizem amém/Por que Jesus Nazareno/foi criancinha também …”

Meu presente foi um pião de alumínio com listas coloridas horizontais que era acionado com algumas pressões com a mão sobre um botão que subia e descia. Era lindo ver seu rodopio e uma suave música que tocava com seus rápidos giros.

Mas a festa na manhã ensolarada deste domingo (18) foi realizada em torno da capela de Nossa Senhora do Bom Parto, localizada no alto de uma colina no bairro da Cachoeira, no município de Ibiúna e que tem uma tradição de dezoito tendo à frente o líder comunitário Zezinho.

bala

presentes-1

calorao

zezinho

Comentários