Vitrine Online, a melhor informação !

IBIÚNA – ACÚMULO DE LIXO CONTINUA, GERA DESCONFORTO E PROVOCA QUEIXAS DOS MUNÍCIPES

foto-tavares-lixo

Se todo o lixo que se encontra acumulado nas estradas de Ibiúna fosse juntado em um só lugar, por exemplo, na praça da Matriz da cidade, se veria uma montanha repugnante de todo tipo de rejeitos, moscas, ratos, pernilongos, que se esparramaria pelas ruas centrais e se viveria uma situação de calamidade do ponto de vista de saúde pública. Teria que haver interdição do local pelas autoridades sanitárias federais.

Nas vésperas da passagem para um novo ano, é assim que se apresenta o município de Ibiúna para seus habitantes e para mais de vinte mil pessoas que vêm passar o réveillon em busca de um contato com a natureza exuberante, que apesar de estar sendo lentamente dilapidada, ainda é um santuário da beleza, do ar puro e de águas abundantes com suas represas e rios ainda intocados pelo processo de urbanização descontrolado.

cachoeira

É uma vergonha explícita o que se vê, demonstrando o quanto o atual governo cuidou mal do município e que prometeu fechar seu governo com “chave de ouro”, sendo evidente que a metáfora utilizada não pode se referir a um mineral nobilíssimo e sim a substâncias escatológicas e nauseantes. Essa é uma das diversas heranças críticas que serão repassadas para o novo governo municipal [“um caminhão de abacaxis”, conforme anunciou um vereador que integra a Comissão de Finanças da Câmara Municipal], que assume o comando administrativo da cidade no próximo domingo.

No bairro da Cachoeira, muito próximo da região central, há uma placa indicando que a estrada da Cachoeira é uma rota de cicloecoturismo, um lugar para os ciclistas utilizarem e manterem contato com a natureza. Logo adiante há muito lixo espalhado, exatamente no cruzamento da estrada. À esquerda se vai em direção ao Clube de Campo de Ibiúna, à direita chega-se a um paredão que restringe o acesso ao ponto da represa de Itupararanga num local chamado Prainha do Escritório. Mas tanto faz a direção os ciclistas, além do lixo na paisagem, têm de enfrentar uma buraqueira infernal, até o fim daquela via, o que a torna também perigosa.

Vitrine online recebeu fotos enviadas por leitores [as reproduzidas são alguns exemplos reais] apontando a existência de lixo acumulado em muitos das dezenas de bairros do território ibiunense. As pessoas estão indignadas “com tanta sujeira” para uma prefeitura que se intitula “estância turística”. A impressão causada nos visitantes “é a pior possível”, como acontece no terminal rodoviário “um péssimo cartão postal da cidade”.

Em suma, a impressão que se tem é de uma cidade abandonada à própria sorte e às moscas, ainda que tenhamos que reconhecer que o contexto nacional em que estamos inseridos acaba refletido por todo o país. Ou seja: aqui não se trata de querer culpar alguém, mas de registrar um momento da história, a fim de que possa haver evolução na mentalidade dos políticos e dos administradores públicos, sobretudo no campo da responsabilidade e da honestidade. (C.R.)

mais-lixo

ressaca

 

 

 

 

Comentários