Vitrine Online, a melhor informação !

3ª CONFERÊNCIA APROVA 43 PROPOSTAS PARA MELHORAR A QUALIDADE DA SAÚDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE IBIÚNA

CONFERÊNCIA 1

“Em seis meses, o conceito de saúde em Ibiúna mudou muito; recuperamos a credibilidade da saúde pública no município, assim como nos demais setores”, afirmou o prefeito João Mello, hoje (7), pela manhã durante a solenidade de abertura da 3ª Conferência Municipal de Saúde de Ibiúna, inspirado no tema: “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas. Direito do povo brasileiro.” O certame teve início às 8 horas da manhã e se encerrou após as 17 horas em um hotel no centro da cidade.

As palavras do chefe do Executivo ibiunense se referia ao fato de o setor de saúde pública no município ser o setor mais criticado pela população. O prefeito assinalou ainda que no segundo semestre deste ano “deveremos dar um salto maior” levando a saúde até a população, nos bairros onde as pessoas moram, em vez de fazê-las virem ao centro, percorrendo quilômetros de distância para receber atendimento médico básico.

conferência 2

A diretora da Diretoria Regional da Saúde de Sorocaba, à qual Ibiúna está vinculada, dra. Sílvia Maria Ferreira Abrahão, falou sobre a importância da participação social no oferecimento da saúde pública. Mencionou que Ibiúna, no passado, era praticamente inerte em face do relacionamento necessário para obtenção de apoio daquele órgão pertencente à Secretaria Estadual de Saúde e que, por isso, deixou de receber benefícios fundamentais para a população.

O médico e deputado federal Vitor Lippi discorreu sobre “Direito à saúde: Garantia de Acesso e Atenção de Qualidade” [à tarde visitou o Hospital Municipal em companhia do prefeito].

RESULTADOS DA CONFERÊNCIA

conferência 3

A secretária municipal de Saúde, dra. Huda Farah, em entrevista à vitrine online, afirmou que o certame atingiu seu objetivo plenamente, graças à intensa participação de cento e vinte pessoas, das quais 40 representantes dos usuários dos serviços de saúde, 20 trabalhadores no setor e 20 gestores.

Ao todo, os oito grupos em que foram divididos os participantes apresentaram 43 propostas visando à melhoria da qualidade da saúde pública no município de Ibiúna, que foram aprovadas por unanimidade.

Entre elas, se incluem: evitar ou diminuir os mandados de segurança para obtenção de medicamentos, mais médicos nos postos de saúde, assim como medicamentos, implantação do Programa de Saúde da Família – PSF nos bairros, incluir no atendimento os serviços de geriatria, neuropediatria e psiquiatria infantil, manutenção de serviço de ortopedia hospitalar 24 horas, informatização da rede de saúde, assim como implantação de prontuário eletrônico.

Conheça abaixo todas as propostas aprovadas, bem como informações sobre a eleição do Conselho Municipal de Saúde que ratificou os integrantes anteriores e eleição para novas funções relacionadas aos desdobramentos da 3ª Conferência que prosseguirá com a Conferência Regional, a Estadual e, finalmente, a Federal, quando o Ministério da Saúde recebe as contribuições de todos os municípios brasileiros para compor sua política de saúde em todo o País.

ATA DA 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE IBIÚNA

“Ibiúna, 07 de julho de 2017, acontece a 3ª Conferência Municipal de Saúde com a participação de 40 usuários, 20 trabalhadores, 20 gestores, a secretária da Saúde Dra. Huda Farah Siqueira Cunha, o prefeito João Mello, o vice-prefeito Valdemar Cardoso de Moraes, a presidente da Comissão de Educação e Saúde da Câmara Elisângela Soares, o secretário de governo dr Jonas de Campos, deputado federal dr. Vitor Lippi, diretora da DRS Silvia Maria Ferreira Abrahão, a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Priscila Monteiro, organizadores, demais convidados e visitantes.

O tema trabalhado foi “Saúde Pública de Qualidade para cuidar bem das pessoas” com os eixos “Direito do Povo Brasileiro” e “Participação Social”.

Inicialmente foi composta a mesa, cantado os hinos nacional e municipal, sendo aberta a conferencia pela secretária municipal e em seguida lido o regimento pela atual presidente do conselho e aprovado com ressalva do erro de digitação da data.

O deputado dr Vitor Lippi e a Dra Silvia Maria palestraram sobre os eixos e responderam perguntas pertinentes aos temas.

Ao retorno do almoço, os participantes se dividiram em 8 grupos para levantamento de propostas, as quais foram votadas e as aprovadas seguem abaixo:

GRUPO 1

– MANUTENÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS PARA CRIAÇÃO DE VÍNCULO

GRUPO 2

– CADASTRO DA POPULAÇÃO DE HAS E DM POR BAIRROS

– DISPOR MEDICAMENTOS NAS UBS RURAIS

– DISPONIBILIDADE DE EXAMES E CONSULTAS PERIÓDICAS

– ATUAR EM CONJUNTO COM UBS NO MEV (MUDANÇA DE ESTILO DE VIDA)

– INFORMATIZAÇÃO DA REDE DE SAÚDE

– GARANTIR ACESSIBILIDADE E INTEGRALIDADE DA ASSISTÊNCIA NOS BAIRROS

-PARA EVITARMOS OU DIMINUIR OS MANDADOS DE SEGURANÇA: PROPOSTA (PADRONIZAÇÃO DAS MEDICAÇÕES DE ACORDO COM A FURP, DOSE CERTA, ALTO CUSTO) MÉDICO UTILIZAR SEMPRE ESTA LISTA COMO PRIMEIRA OPÇÃO DE TRATAMENTO.

GRUPO 3

– ADEQUAÇÃO SALARIAL PROFISSIONAL E PLANO DE CARREIRA.

– RECONHECIMENTO DA CAPACITAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE CONFORME SUA ESPECIALIDADE.

GRUPO 4

– MOÇÃO DE REPÚDIO: DEMORA DO AGENDAMENTO DAS CONSULTAS

– RECOMENDAÇÃO: MAIS MÉDICOS NOS POSTOS

– MAIS AÇÕES PREVENTIVAS NOS POSTOS

– AUMENTAR NÚMERO DE CARROS E QUALIFICAR (CURSOS) EQUIPE PROFISSIONAL DO SAMU

– INCORPORAÇÃO DA ODONTOLOGIA NO PSF

GRUPO 5

-HOSPITAL- IMPLEMENTAR AS CIRURGIAS DE MÉDIA E PEQUENA COMPLEXIDADE

– INSTITUIR PROGRAMA DE RECICLAGEM DA FORMAÇÃO DOS TRABALHADORES EM RELAÇÃO AOS RECURSOS TÉCNICOS E DE HUMANIZAÇÃO

– IMPLANTAÇÃO DE PSF NOS BAIRROS

– IMPLANTAÇÃO DE EQUIPE DE PROFISSIONAIS PARA ORIENTAR A POPULAÇÃO QUANTO À SAÚDE PREVENTIVA

-IMPLANTAR PRONTUÁRIO ELETRÔNICO

-INCLUIR NO QUADRO DE FUNCIONÁRIOS (GERIATRA, NEUROPEDIATRA, PSIQUIATRA INFANTIL)

– ADEQUAR SERVIÇO DE ORTOPEDIA HOSPITALAR 24H

– IMPLANTAÇÃO DE CONSELHOS GESTORES LOCAIS NAS COMUNIDADES PARA DISCUTIR OS PROBLEMAS DE SAÚDE DAQUELA REGIÃO

– IMPLANTAR PLANO DE CARREIRA PARA OS FUNCIONÁRIOS DA SMS VISANDO VALORIZAÇÃO PROFISSIONAL

– AUMENTO DE LEITOS NA OBSERVAÇÃO DO HMI

– IMPLANTAÇÃO DE LEITOS PSIQUIÁTRICOS NO HMI

– IMPLANTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

– PROPOR UM ENCONTRO ENTRE A OAB, SMS E CMS PARA DISCUTIR MANDADOS DE SEGURANÇA E SAÚDE PÚBLICA

– MOÇÃO DE LOUVOR PELA REALIZAÇÃO DA CONFERENCIA MUNICIPAL DE SAÚDE NO PRIMEIRO ANO DE MANDATO.

– MOÇÃO DE REPÚDIO PELA FALTA DE SEGURANÇA NAS UNIDADES DE SAÚDE.

– MOÇÃO DE REPÚDIO CONTRA AS OBRAS NAS UNIDADES DE SAÚDE PARALISADAS.

GRUPO 6

– SENHAS PARA ATENDIMENTO NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

– TREINAMENTO PARA OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE

GRUPO 7

– IMPLANTAÇÃO DO PSF NOS BAIRROS RURAIS COM CADASTRAMENTO DOS ANIMAIS DOMÉSTICOS E CHIPAGEM

– READEQUAÇÃO DO CENTRO DE ESPECIALIDADES

– ULTRASSOM NO POSTO DE SAÚDE CENTRAL E NO CENTRO DE ESPECIALIDADES

GRUPO 8

– PSF EM TODA A ZONA RURAL

– CURSOS E PALESTRAS DE PREVENÇÃO DE DOENÇAS

– SERVIÇO DE INFORMAÇÃO AOS MUNÍCIPES (SIM)

– PRÁTICAS INTEGRATIVAS NOS SERVIÇOS DE SAÚDE

– TRABALHO DA VIGILÂNCIA EM SAÚDE E ZOONOSES MAIS DIVULGADO E AMPLIADO

– UNIFICAÇÃO DOS ATENDIMENTOS MÉDICOS, PRONTUÁRIOS E FARMÁCIA EM GERAL.

– ADEQUAÇÃO DO PROJETO DA REFORMA DO POSTO DE SAÚDE CENTRAL.

Em sequência foi apresentada à plenária o Conselho Municipal de Saúde atual, que foi referendado pela mesma. Foram apresentadas 3 vagas de suplente para seguimento trabalhadores e destas apenas uma foi preenchida. Foi apresentada uma vaga de suplente para o seguimento de usuários, referente ao bairro Carmo Messias. Como não houve candidatos, permanece a vaga.

Para as vagas de suplente do segmento trabalhador foi candidata apenas Lucinéia Francisca de Araújo Domingues.

Após a constituição do Conselho Municipal de Saúde, foram candidatos a delegados para a etapa regional:

– Samara Maria Dias de Oliveira – gestora

– Celso Luís de Oliveira – gestor

Sendo os mesmos eleitos

Como trabalhadores:

– Josele Donizete Pinto da Silva

– Damaris Vieira Cardoso

Sendo as mesmas eleitas.

Como segmento usuário:

– Carlos Augusto Pissarro – com 19 votos

– Lucimara Alves da Silva Gomes – com 13 votos

– Sheile Faria Louro Silva – com 20 votos

– Antonio Monteiro Araújo – com 23 votos

– Paulo Valentim Rodrigues – com 38 votos

– Ruth Maria Canto Cury – com 51 votos

Sendo eleitos Ruth, Paulo Valentim, Monteiro e Sheile.

Assim encerra-se a presente ata aprovada em plenária por unanimidade. Segue lista de presença em anexo.”

conferência 4

 

 

Comentários