Vitrine Online, a melhor informação !

JOÃO MELLO ANUNCIA AUMENTO NO RITMO E HORÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AMARELA

“A vacinação contra a febre amarela teve seu ritmo aumentado porque foram detectados alguns macacos com a doença. E eu insisto para que as pessoas não matem os macacos porque eles são as sentinelas que dão os sinais de onde os vírus estão se propagando para que a gente possa fazer o bloqueio. Nesses locais, o bloqueio é feito com a vacinação das pessoas de casa em casa.”

Essa declaração foi feita pelo prefeito de Ibiúna, Dr. João Mello, à vitrine online, ao fazer um balanço das ações que vêm sendo adotadas pela Secretaria da Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, com o propósito de vacinar o maior número possível de pessoas, tomando os devidos cuidados em relação a pessoas que possam ter algum tipo de restrição imunológica em relação à vacina.

“Do dia 21 de dezembro para cá, já vacinamos mais de 25.000 pessoas. Vamos aumentar esse ritmo daqui para a frente. Vamos vacinar possivelmente também aos sábados. Atualmente, temos atendimento diário no Posto Central, no Centro Olímpico e em três bairros da zona rural desde 16 de janeiro.”

NOVO HORÁRIO E ÁREA URBANA

João Mello informou que a vacinação está proporcionando cobertura na zona rural e urbana. “Existem outras categorias que não têm condições de ir aos postos de saúde e ao Centro Olímpico pela manhã para fazer a vacina. São pessoas que levam verduras para o Ceasa. Elas saem 3, 4 horas da manhã e retornam por volta das 14 horas. Por isso, abrimos um horário especial para atende-las, das 18 às 20 diariamente no Centro Olímpico.”

A equipe da Vigilância Epidemiológica já realizou trabalho de anamnese [avaliação da situação de saúde de cada pessoa] de comerciários nas ruas XV de Novembro, Pinduca Soares e no entorno da praça da Matriz e forneceu senhas para que todos aqueles que não tem nenhum problema de restrição possam ser vacinado das 18 às 20 horas no Centro Olímpico. “Esse serviço agora se estenderá para a Fortunatinho, Maria de La Farina, São Sebastião e para toda a área urbana do município.”

João Mello informou ainda que o número de pessoas que procuram os postos de vacinação diminuiu bastante e, felizmente, “aquele desespero inicial que fez com que se formassem filas muitas horas antes do início da vacinação” já amenizou e a situação se encontra equilibrada. Chegamos a vacinar 1.000, 1.300 pessoas por dia. Hoje, estamos aplicando 350 doses diárias [no Centro] e não sobra mais ninguém na fila”.

Além disso, “estamos em conexão direta e constante com a Diretoria Regional da Saúde de Sorocaba e com a Vigilância Epidemiológica de São Paulo, atentos para todos os fatos. Todos os macacos encontrados mortos são enviados para inspeção e em casos humanos suspeitos igualmente são tomadas providência imediata, de acordo com os protocolos existentes”, assinalou o prefeito de Ibiúna.

MACACOS MORTOS

Até o momento foram encontrados sete macacos mortos por febre amarela no município de Ibiúna: um em cada uma das seguintes localidades – Dois Córregos, Areia Vermelha, Vargem do Salto, Piaí, Ressaca, Feital e Silvério.

Caso você encontre um macaco morto, ligue para o Centro de Zoonoses, avisando do fato, por meio do telefone (15) 3294-1381, a fim de que ele seja recolhido para exames.

Em caso de precisar de outras informações ou mesmo orientação, ligue para a Vigilância Epidemiológica – (15) 3241-2601. (Carlos Rossini)

Comentários