Vitrine Online, a melhor informação !

IBIÚNA – ASSALTANTES EXPLODEM E ROUBAM DUAS AGÊNCIAS BANCÁRIAS E UMA JOALHERIA NO CENTRO DA CIDADE

Fortes explosões e rajadas de metralhadoras sacudiram o centro de Ibiúna na madrugada desta quarta-feira (8). Resultado: duas agências bancárias localizada na rua XV de Novembro [Itaú e Santander] e uma joalheria localizada no Shopping, na avenida São Sebastião, foram destruídas no assalto ocorrido por volta das três horas da manhã.

O editor do Jornal do Povo, jornalista Tiago Albertim, morador próximo ao centro, esteve no local logo após a ocorrência e postou uma notícia, relatando a gravidade dos fatos. Segundo ele, as duas agências foram destruídas, os telhados desabaram e até mesmo as estruturas de concreto racharam devido ao forte poder explosivo das cargas de dinamite.

Um caminhão de verduras que passava na hora chegou a ser atingido pelos disparos, mas não há informação até momento de  que alguém saiu ferido.

Terminado o assalto, os bandidos fugiram em pelo menos dois carros, um Ford Ecoesport preto e um Gol prata, de acordo com testemunhas. O roubo teria sido praticado pelo menos por dez indivíduos e teria durado em torno de vinte e cinco minutos.

O acontecimento repercutiu em todo o país, já que foi divulgado por várias emissoras de televisão, incluindo transmissão ao vivo.

Diversas viaturas da Polícia Militar compareceram ao local e junto com equipes especializada em assaltos a banco estão realizando buscas na região, mas ninguém foi preso até o fechamento desta notícia.

Tanto as duas agências quanto a joalheria [que recentemente já havia sido assaltada por um casal, sendo que o homem exibia um revólver o tempo todo para intimidar as vendedoras] estão interditadas para serem submetidas ao exame pericial da Polícia Civil.

Anteriormente, Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil, localizadas também no centro de Ibiúna, já haviam sido alvos de assaltantes que agiram com o mesmo grau de violência, explodiram os caixas e destruíram parcialmente as instalações de ambas as agências, em madrugadas em que se ouviram igualmente fortes explosões e disparos de fuzis e metralhadoras.

Comentários