Vitrine Online, a melhor informação !

HORA DE LEMBRAR – NA CAMPANHA, DÓRIA PROMETEU UM NOVO HOSPITAL PARA IBIÚNA

Vitrine online recebe diariamente a agenda do governador João Dória (PSDB) e também noticiário sobre os seus atos. Seu sistema de comunicação se vale da distribuição profissional de notícias via portais, como o Facebook, assim como, aliás, faz a equipe do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Dória fez toda a sua carreira bem-sucedida baseada na comunicação e sabe tirar todo proveito dos meios disponíveis. Bolsonaro entregou essa tarefa a profissionais da área que utilizaram à exaustão a mídia digital em toda a sua campanha, sem depender da mídia tradicional dos veículos da grande imprensa.

Em  campanha, no dia 21 de setembro de 2018, Dória veio a Ibiúna onde protagonizou um encontro em uma nova casa de eventos da cidade, acompanhado dos prefeitos de Ibiúna, Cotia, candidatos a deputados. Transformou o ato, que contou com cerca de 300 pessoas, num espetáculo de marketing político.

UM NOVO HOSPITAL

Antes de chegar ao salão de eventos, visitou o Hospital Municipal de Ibiúna em companhia de João Mello.

Durante seu discurso, fez a seguinte avalição:

— Aquele hospital não tem condição. Não fiquei com uma boa impressão. Não fui lá para pedir votos, mas para verificar suas instalações e recursos. E prosseguiu:

— Eleito governador [ele foi o campeão de votos no município de Ibiúna], assumo o compromisso de melhorar o hospital. Vou instalar um novo hospital em Ibiúna e, mais para frente, implantar um novo hospital para atender a região.

Nesse momento, recebeu aplausos mais eloquentes, porque a população de Ibiúna tem uma necessidade premente de contar com uma nova estrutura hospitalar e melhorias substantivas na prestação de serviços de saúde e esse é o desafio número 1 para a administração do município.

Esta semana, o prefeito João Mello, numa entrevista ao SBT, em Sorocaba, admitiu a aguda falta de recursos para manter o hospital com verbas da municipalidade, que vem causando atrasos de pagamento do pessoal do setor e persistentes reclamações dos  usuários.

“Somos o único município da microrregião a manter um hospital que consome 42% dos recursos da prefeitura. De cada R$ 100,00, R$ 42,00 vão para o hospital. Outros, como Cotia, têm hospital estadualizado, ou santas casas.”

Essa situação precisa ser revertida e é de se esperar que o prefeito, assim que João Dória retornar de Davos, na Suíça, onde participa do Fórum Econômico Mundial com o objetivo, segundo declarou, de atrair investimentos internacionais no Estado de São Paulo, procure o governador para que a promessa se torne uma realidade o quanto antes.

Sabe-se que a situação da saúde pública é um problema que afeta todo o País, nas esferas federal, estaduais e municipais, e, por isso mesmo, é necessário intensificar as ações cujos resultados beneficiarão especialmente a população mais carente, espalhada em dezenas de bairros na área rural. (Carlos Rossini é editor de vitrine online)

 

Comentários