Vitrine Online, a melhor informação !

IBIÚNA – MOTOQUEIRO ATROPELA 4 MENINAS NO BAIRRO DA CACHOEIRA E PROVOCA FERIMENTOS GRAVES, TAMBÉM EM SI MESMO

Um motoqueiro atropelou em série quatro meninas que caminhavam à beira da Estrada da Cachoeira, na altura da “Curva da Ferradura”, cerca de um 1,5 km do centro da cidade de Ibiúna, no interior de São Paulo.

O acidente ocorreu às 4h20 deste sábado. As meninas, com idades entre 15 e 17 anos, todas moradoras no bairro, retornavam para casa depois de terem participado de uma partida de futebol em um campo situado próximo ao local, quando foram colhidas pelas costas.

Duas tiveram fratura na bacia, duas sofreram fraturas na tíbia e na fíbula, uma das quais com fratura exposta. O motoqueiro, primo das adolescentes, sofreu fratura no maxilar e na mandíbula. Todos receberam tratamento de emergência no Hospital Municipal de Ibiúna e foram transferidos para o Hospital Regional de Sorocaba, a fim de receberem cuidados especializados.

Um médico que nos atendeu, informou que nenhum deles corria risco de morte, mas sofreram dores intensas devido aos ferimentos. Os familiares das vítimas, a maioria parentes, se encontravam na recepção do hospital, ainda muito abalados com o estado dos seus filhos.

O garupa da moto, que carregava uma embalagem com cervejas, que ficaram espalhadas pelo chão, nada sofreu. Tanto os socorristas quanto um dos médicos que atenderam as adolescentes revelaram à vitrine online que o condutor da moto aparentava estar embriagado. Próximo à moto, viam-se latas de cerveja espalhadas pelo chão. O pacote da bebida estourou devido aos impactos.

Logo após saberem do acidente, a notícia correu logo, os familiares das vítimas correram para o local e onde caíram em desespero. Uma das mães de uma menina, que teve fratura exposta, começou a gritar, gesticular e a andar de um lado para o outro, enquanto os resgatistas do Samu e da APH davam os primeiros socorros às vítimas que estavam espalhadas no chão gritando de dor para transferi-las para o hospital. Eles pediam calma, enquanto se empenhavam com notável cuidado profissional, para evitar outras complicações.

Um dos resgatistas usou a seguinte imagem para descrever o acidente: “Parecia boliche, a moto ia atingindo, rapidamente, uma a uma das meninas”, numa cena de horror.

No hospital o atendimento se processou com rapidez, enquanto procuravam por vagas em outros hospitais com capacidade para atender casos mais complexos.

O motoqueiro, 27 anos, foi o primeiro a ser levado para Sorocaba, devido à gravidade dos seus ferimentos no rosto; às 19h59 e às 20h13, foi a vez de duas meninas; outras duas ainda se encontravam no Hospital Municipal, quando seguimos para a redação da revista.

A Estrada da Cachoeira não tem acostamento e se encontra com muitos buracos próximos onde ocorreu o acidente. Exatamente nesse trecho diariamente os motoristas ziguezagueiam para evita-los. Os pedestres têm de caminhar na beira da estrada, cujas margens são cobertas de mato.

 Nota da Redação: vitrine online deliberadamente deixou de publicar as imagens mais chocantes.

 

  

Comentários