Vitrine Online, a melhor informação !

BOCA NO TROMBONE 2 – CONGEMPI CONSIDERA UM “CAOS” O PROBLEMA DO LIXO NO MUNICÍPIO DE IBIÚNA

CAOS – “O CONGEMPI, cumprindo seu papel de orientar e fiscalizar, tem observado que periodicamente o assunto referente a coleta de lixo e resíduos de nossa cidade se apresenta de forma deficiente e irregular demonstrando o descaso na tratativa desse fato por parte dos responsáveis, corroborando para graves problemas de saúde pública, proliferação de insetos e roedores, além de representar péssimo exemplo de nossa cidade com sua imagem e consequentemente turismo e meio ambiente.

De acordo com nossas observações, verifica-se que o planejamento logístico e continuidade dos serviços de coleta, equipamentos mais adequados e modernos para o trabalho e a cooperação e colaboração das comunidades e consequente de cidadãos mais conscientes representam fatores fundamentais para que possa amenizar o atual quadro.

Faz-se urgente a necessidade da população de Ibiúna mobilizar-se e exigir providências imediatas para solucionar o CAOS que a cidade está vivendo com a NÃO coleta do lixo. É nítido e notório o COLAPSO a céu aberto. Lixo orgânico, não orgânico misturados com lixo hospitalar espalhados pelas ruas de nossa cidade, levando para a população imenso risco de contaminações. Com isso, aumentando a possibilidade de maior contingente de pessoas para o atendimento na rede municipal de saúde. 

O CONGEMPI – Conselho Gestor e Participativo do Município e da População de Ibiúna foi criado com o objetivo de promover, agrupar, integrar e proliferar as iniciativas e sugestões dos cidadãos de nosso MUNÍCIPIO, basta querer participar de nosso grupo e reuniões. Diante disso e cumprindo seu objetivo, o CONGEMPI, incrementará um levantamento mais apurado e com estatísticas e dados sobre o assunto para manifestar-se junto a autoridades, mídias e órgãos oficiais para um retorno substancial e tangível na possibilidade de resolução do problema. PARTICIPE CONOSCO! E-mail CONGEMPI.: contato@congempi.org  Telefone.: (11)9543-9992 ADMINISTRAÇÃO CONGEMPI”

CUPIM – “Há mais de uma semana o lixo não é recolhido no bairro do Cupim. Até quando essa situação vai durar? No início de junho presenciei uma solenidade, ao som do Hino Nacional, em frente ao Paço Municipal, quando o prefeito anunciou o aluguel de caminhões apropriados e deu a entender que o problema da coleta no município seria regularizada. Mas quando isso vai acontecer?” – Maria Aparecida Ribeiro Albuquerque.

FEITAL – “Tem até lixo hospitalar, provavelmente colocado por alguns usuários, espalhado pelo chão, já que as caçambas, no bairro Feital, transbordaram. E as pessoas leigas, ao remexerem o lixo em busca de material reciclável, nem sabem o perigo que estão correndo de contaminação, já que não usam luvas e nem máscaras.” – Ana Martins.

CACHOEIRA I – “A situação na Estrada da Cachoeira, está uma vergonha! É só buracos. Além de danificar os veículos, põem em isco quem dirige, ao fazer desvios para evitá-los. Em frente ao Condomínio Residencial Ibiúna (construído através do projeto Minha Casa, Minha Vida) tem uma cratera junto à uma lombada que faz com que muitos carros tenham que, ou entrar na contramão ou subir na calçada. A obra de recapeamento daquele trecho continua paralisada.” – Fátima Borba.

CACHOEIRA II – [Referindo-se ao Condomínio Residencial Ibiúna, localizada na Estrada da Cachoeira, próxima ao centro cidade]. “Tem que trocar as lixeiras que ficam em frente das Casinhas porque a rua estão enchendo de lixo que atrapalham os carros e motos, com perigo de acidentes e coisas piores. Tinha que colocar caçambas de lixo porque evitaria que os cachorros revirassem e espalhassem por todos os lados da rua, com acontece todos os dias.” – Rute Alves da Silva.

VILA LIMA – “A rua Joaquim Gabriel Soares, na Vila Lima, tem muita água de esgoto, muitos buracos, mau cheiro, sem contar com o pó que levanta quando passam os carros.” – Luiz Rafael Calemusti Almeida. [Ele filmou toda a extensão da rua em uma moto, produziu um vídeo e o enviou para vitrine online.]


ÁGUA E ENERGIA ELÉTRICA – “O Decreto Municipal nº 2567, de 02 de julho de 2019, estabelece critérios e condições para expedição de autorização, por parte da Prefeitura, para ligações de fornecimento de água potável e energia elétrica, pode ser uma decisão importante no sentido de combater o crescimento desordenado do Município, a proliferação de loteamentos clandestinos e invasões de áreas, porém não deve ser utilizado como moeda de troca visando às próximas eleições, que poderia ser uma intenção oculta do decreto. Antes dessa medida, as ligações eram feitas diretamente pela Sabesp e Cetril.” – Luiz Norberto Popoyo 

________________

NOTA DA REDAÇÃO – Vitrine online solicitou à Prefeitura que prestasse esclarecimentos à população sobre as reclamações na BOCA NO TROMBONE publicadas na última quinta-feira (11), mas até a finalização desta nova edição não obteve retorno algum.

COMO PUBLICAR SUAS QUEIXAS – Para publicar na BOCA NO TROMBONE basta enviar seu recado para o e-mail vitrinesp@gmail.com ou pelo whatSapp (15) 9.9612-3685. A coluna é publicada às quintas-feiras.

 

 

 

Comentários