Vitrine Online, a melhor informação !

NÃO À REELEIÇÃO – “PREFEITO NÃO É DONO DA CIDADE”, AFIRMA O PREFEITO MAIS FAMOSO DO BRASIL

Com dois milhões de seguidores nas redes sociais, quatro prêmios internacionais, além de nacionais, o prefeito mais popular do Brasil, com todas as chances de ser reeleito, Sérgio Meneguelli, prefeito de Colatina (Espírito Santo – 121.580 habitantes), anunciou que não concorrerá à reeleição.

Ele fez o anúncio em um vídeo de 21 minutos, em que apresentou um breve balanço de sua atuação desde que assumiu o Executivo em 2017, e fez questão de justificar sua atitude como um ato coerente com sua postura de homem público. Meneguelli é favorável a um mandato único de 5 anos. Nada, no entanto, impede que venha concorrer a cargos públicos no futuro e, nesse caso, não seria insólito que possa brilhar nas eleições para governador.

Humilde, no final da gravação, como não é aposentado e nem tem posses, acredita que o novo prefeito de sua cidade o venha contratar, até mesmo como jardineiro ou gari, a fim de que possa assegurar o seu sustento.

“PREFEITO NÃO É DONO DA CIDADE”

Meneguelli chegou a chorar durante a gravação em que deu testemunhos exemplares de sua experiência política. Ele disse: “Prefeito não é dono da cidade e a gente colhe o que planta”, referindo ao reconhecimento público de ser o melhor prefeito do Brasil.

Depois de afirmar que “política partidária é promíscua”, ressalvou que “a política é uma atividade nobre e que Cristo foi um grande político”, o prefeito colatinense pediu aos eleitores “que não vendam seu voto por dinheiro ou cargos públicos” e que “quem vai moralizar o político é o povo.

“UMA CIDADE ARRASADA”

Meneguelli, 60 anos, comentou que pegou “uma cidade arrasada, endividada, com escolas caindo”, mas a colocou “na linha” agindo de forma coerente com os seus ideais e se dedicando inteiramente a melhorar as condições de vida da população.

Mesmo com as dificuldades, entre as quais a febre amarela e agora a pandemia, conseguiu dar aumento real aos servidores municipais e adicional de insalubridade aos garis e realizou grande número de obras e serviços públicos em todos os setores. “Colatina se tornou a 16ª cidade brasileira com 100% do esgoto tratado”, além de ter promovido a instalação de pequenas e médias empresas no município e aumentar a oferta de empregos.

“Governei para oferecer melhores condições para a próxima geração e a minha cidade que antes era completamente desconhecida, agora é referência em todo o Brasil”, comentou com alegria.

“Minha proposta pessoal foi governar com dignidade e deixarei

Colatina bem melhor do que estava há quatro anos”, assinalou.

Comentários