CASO JOÃO ALBERTO – DEFENSORIA PÚBLICA INGRESSA COM AÇÃO DE R$ 200 MILHÕES CONTRA CARREFOUR E VECTOR

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul deu entrada hoje (25) com uma ação civil pública coletiva contra o Carrefour e a empresa de Segurança Vector em decorrência da morte de João Alberto, 40, espancado por dois seguranças na unidade da rede localizada em Porto Alegre na última quinta-feira (19).

A medida da Defensoria visa a indenização de R$ 200 milhões por danos morais coletivos e sociais. De acordo a instituição jurídica, “o valor deverá ser empregado a fundos de combate à discriminação e defesa do consumidor”.

O crime perpetrado por agentes de segurança do Carrefour, incluindo um policial militar, comoveu todo o País e ganhou espaço na imprensa mundial.

Comentários

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.