Vitrine Online, a melhor informação !

NOVIDADE – IBIÚNA CRIA PARQUE ECOLÓGICO PARA OS MUNÍCIPES E TURISTAS

Desde que se tornou estância turística em 2000, pela primeira vez o município de Ibiúna terá um lugar público privilegiado para receber a população local e turistas, que poderão desfrutar de um ambiente natural encantador, com praia de água doce para banhistas, pesca e ancoradouro de pequenas embarcações, trilha ecológica, galpão para aulas de ecologia, em meio a uma mata nativa exuberante.

Trata-se do Parque Ecológico da Itupararanga, com cerca de sessenta mil m2, com acesso pela Estrada Municipal da Cachoeira, na altura do km 8, no Bairro da Cachoeira, a noroeste da cidade. Como as águas da represa estão baixas, com pedras gigantes normalmente submersas hoje afloradas, a extensão da praia mede seiscentos metros, mas atinge oitocentos metros na cheia.


Menina-dos-olhos do vice-prefeito e secretário de Esportes e Lazer, Adalberto Marcicano, ainda carece da infra-estrutura prevista em projeto que requer investimentos de R$ 360 mil, o parque abriu pela primeira vez no dia 23 de março, nas comemorações do 157º aniversário de Ibiúna, para uma competição de stand up paddle, que contou com a presença da campeã mundial dessa modalidade esportiva, Ariela Souza Pinto.


Adal explica que “a ideia de criar o parque surgiu há cerca de cinco anos, quando trouxemos a primeira travessia aquática para a Prainha do Escritório. O representante do dr. Miguel Gonçalves Pacheco e Oliveira, proprietário da terra, me trouxe para conhecer esta área, que se situa próxima. Então, como sempre brigamos por um espaço para o povo na represa, iniciamos os contatos com o dr. Miguel, tendo em vista tanto a Prainha do Escritório quanto este lugar.”


“Explicamos a ele que nosso propósito era fazer um projeto para a população e, aí, chegou-se à conclusão que a intenção era fazer um parque ecológico neste lugar, uma escola da natureza, trazer as escolas para promover uma educação ambiental e mostrar como é o turismo sustentável e termos, finalmente, um ponto turístico de verdade mostrando o que é Ibiúna.”

PROJETO

O projeto do Parque Ecológico da Itupararanga inclui construções de banheiros com fossas biodigestoras, instalações de duchas próximas à margem da represa, construção de quiosques, sala ao ar livre para aula de educação ambiental, trilha ecológica, estacionamento, local para alimentação à sombra das árvores. Outras atrações poderão ser incluídas, como passeio de escuna.

O parque já está recebendo pessoas para visitas pré-agendadas ou não. Para ingressar é preciso que as pessoas preencham uma ficha no Centro de Informações Turísticas situado na entrada da cidade, que funciona de 5ª a domingo, das 9 às 15 horas. O atendimento é rápido e fácil. Informações: 15 3241-2671. Ao apresentar dados de cada visitante, este recebe orientações escritas sobre o funcionamento e regulamento do parque, que não permitirá, por exemplo, a entrada de menores de dezesseis anos sem acompanhamento dos pais ou responsáveis. O horário de funcionamento do parque é das 9 às 17 horas. O projeto conta com a parceria da SOS Itupararanga.

Adal Marcicano informou à vitrine online que está concluindo os entendimentos com o proprietário da área que deverá doá-la à prefeitura ou cedê-la por comodato. Isso deverá estar concretizado nos próximos dias. A partir daí já deverá ser identificada a entrada do parque na estrada.

A maior preocupação de Adal diz respeito a uma forma de amarrar os termos jurídicos da doação de modo que “o parque continue e não fique sujeito a alterações na hora em que entrar outro prefeito que mude a finalidade do parque. Queremos garantir ao parque sua continuidade independentemente de quem for o prefeito do município”.

SANTA E TUCANO

Durante os trabalhos para desobstruir uma trilha, foi descoberta oculta pelo mato, a imagem de cerca de um metro de altura de Nossa Senhora fixada em uma pedra. Ao apresentá-la, Adal disse, carinhosamente, sentir-se amparado pela santa em sua caminhada na instalação do parque. “Só desejo uma coisa, assim como aconteceu com o campo do Guarani, com o campo da Cachoeira, com o Clube de Campo de Ibiúna quero, quando morrer, deixar também o parque para Ibiúna, assim como farei também em relação à Ciclovia. Queiro deixar uma coisa boa e o parque é mais uma grande coisa que eu vou deixar para nossa cidade.”

Outra curiosidade: Givaldo Andrade, caseiro do parque, adotou um tucano que caíra sobre o capô de um carro dirigido por uma mulher que vinha para Ibiúna. A senhora resolveu levar o pequeno e ainda pelado animalzinho para a Secretaria do Meio Ambiente que acabou se lembrando do Gil a quem entregaram o pássaro. Hoje a convivência deles é encantadora. Só faltam falar um com o outro. Será? O tucano vive solto e voa direto para os braços de Gil assim que ele o chama.

ACESSO

Jamila Tanaka, secretária de Turismo, disse à vitrine online que a instituição do Parque Ecológico da Itupararanga inaugura um espaço de lazer e entretenimento para a população, “o primeiro que contará com infraestrutura pública efetivamente”.

Comentários