Vitrine Online, a melhor informação !

ASTÚCIA DE BELLO ELEGE SASAKI PARA PRESIDIR A CÂMARA DE IBIÚNA EM 2016

sasakiA eleição do vereador Paulo Sasaki (PTB) à presidência da Câmara Municipal de Ibiúna, em chapa cheia de outros integrantes dos partidos da base aliada do prefeito, já era dada como certa ontem à noite, por uma atitude perspicaz de Fábio Bello ao mexer essa pedra no xadrez do jogo político. Tanto é assim que, em celebração, Sasaki recebeu para um jantar em restaurante do centro da cidade Aline Moraes (DEM), Israel de Castro (PSDB), Davanir Candido de Andrade (PMDB), Odir Vieira Bastos (PSC), Rodrigo de Lima (PCdoB), Leôncio Ribeiro da Costa (PDT), conforme vitrine online publicou ontem mesmo em seu Facebook, com exclusividade.

Hoje, antes da votação, Sasaki procurou o editor da revista para explicar que o candidato da preferência do prefeito era a vereadora Aline de Moraes, e não ele. Como ela estava mesmo desejando notoriamente ir para a presidência da Casa e teve que abrir mão dessa possibilidade, torna-se considerável ter havido a influência do dedo bellista na composição da chapa. Houve quem tenha relacionado esse acontecimento com a eleição do próximo ano, mas muita água vai passar por baixo da ponte, imagem que é um clichê antigo, mas parece ainda cabível.

Recorde-se, ainda, que Sasaki vinha ultimamente somando votos junto com os vereadores oposicionistas, sendo que ele já anunciou ser pré-candidato ao cargo de prefeito na eleição de 2016.  O mesmo aconteceu com a vereadora Rozi Soares Machado (PV) que, ao votar em branco, seu voto também foi uma perda na contabilidade da oposição. Simbolicamente, no entanto, quis dar sinal de independência política. Inclui-se, nessa somatória, o voto de Luiz Carlos de Carvalho (PMDB), que igualmente votou com a oposição na criação da CPI da Merenda escolar, mas que, desta vez, foi com a base aliada com a qual já se identificava.

Portanto, o resultado ficou pronto: Paulo Sasaki obteve 9 votos e Jair Marmelo Cardoso de Oliveira (PCdoB), em chapa individual, conseguiu 5 votos [Pedro Luiz Ferreira (Pros), Carlos Roberto Marques Jr. (PSB), Abel de Camargo (Solidariedade), Jair Marmelo, Dalberon Arrais Matias [PPS].

A chapa vitoriosa, que assumirá a função no dia 1º de janeiro de 2016, ficou assim composta: presidente, Paulo Sasaki; 1º vice-presidente, Israel de Castro; 2º vice-presidente, Devanir Candido de Andrade; 1º secretário, Aline de Moraes (DEM); 2º secretário, Leôncio Ribeiro da Costa.

Paulo Sasaki, que no próximo ano completa seu quarto mandato parlamentar, já havia tentado a presidência da Câmara outras vezes. Agora chegou lá pelas voltas que a roda política dá e prometeu que vai procurar fazer um mandato voltado para o bom funcionamento da Casa, junto com seus colegas, a serviço dos interesses da população.

CPI da Merenda Escolar

O presidente da Câmara, Rodrigo de Lima, havia dito para vitrine online que indicaria o relator e mais um membro da CPI da Merenda Escolar hoje, por volta das 16 horas. A sessão passou desse horário, mas os nomes não foram anunciados e não há nada que o possa recriminar por essa atitude, já que ele está agindo de acordo com as prerrogativas do Regimento Interno. No entanto, os vereadores oposicionistas insistiram para que o anúncio fosse feito a fim de que as atividades da CPI comecem logo. Supõe-se, que consagrada a eleição da Mesa, seria necessário um tempo para que fosse ouvida a palavra do prefeito em torno de uma nova composição estratégica vitoriosa.

Vitrine online apurou que não será surpresa se o nome de relator for o da vereadora Aline de Moraes (DEM), que goza da confiança do prefeito e teve uma atuação destacada em relação à CEV do Transporte de Pacientes. Na condição de relatora, ela não assinou a prorrogação do prazo de tomada de depoimentos da comissão, fato que provocou a extinção do projeto.

Plenário

No plenário da Casa havia diversos secretários do governo municipal, o que fez o vereador Carlinhos Marques, em tom de blague, perguntar: “Há expediente na prefeitura hoje?” Um grupo de taxistas fez plantão até que fosse votado um projeto que os protege contra a ação de “táxis clandestinos” que atuam na cidade. E, no final, aplaudiram porque obtiveram a gratificante aprovação de sua causa por unanimidade. Um senhor cuja filha é cadeirante e depende de vários medicamentos esbravejou, agoniado, que está recebendo os remédios com 90 dias de atraso. O secretário da Saúde, Reginaldo Ribeiro, informou que os produtos estavam à disposição desde ontem (9). O senhor insistiu, no entanto, que os atrasos são constantes.

Dos ativistas sociais de Ibiúna, alvo de matéria nesta revista e na TV Ibiúna, estavam presentes Carlos Pissarro e Carlão da Náutica, muitos dos outros que fizeram chamadas com ilustrações criativas não compareceram e assim também o público que supostamente deveria lotar o plenário.

Comentários