IBIÚNA – PLACA REVELA QUE REFORMA DA RODOVIÁRIA DEVE SER CONCLUÍDA NO DIA 14 DE JULHO DE 2022

Se não houver nenhum aditivo no meio do caminho, a reforma do Terminal Rodoviário de Ibiúna deverá ter um custo final de R$ 4.511.299,03. Os três centavos finais ficam por conta do rigor da soma.

Igualmente, se não houver nenhum atraso a obra deverá estar concluída no dia 14 de julho de 2022. O início estava marcado para o dia 15 de outubro, com a derrubada das paredes do prédio construído há trinta e quatro anos, mas o que só foi efetivado no dia 22 de novembro, ou seja, com atraso de um mês e meio.

Essas informações precisas somente puderam ser conhecidas hoje (1º) com a instalação da placa obrigatória realizada na manhã de hoje num canteiro situado em frente ao prédio da rodoviária que está sendo colocado abaixo, sendo que somente permanecerão as colunas de sustentação do prédio.

Normalmente, as placas de obras públicas são instaladas antes do início da construção ou reforma, embora em nada tenha afetado os trabalhos de engenharia da empresa que ganhou a concorrência pública a MCJ Ferraro Empreendimentos Ltda., com sede no município de Conchas, no interior de São Paulo (informação que não consta da placa).

A placa ainda oferece, democraticamente, uma orientação aos munícipes que queiram fazer denúncias, reclamações e elogios sobre a obra: ouvidoria.gov.br

ENQUANTO ISSO

Vitrine online, mais uma vez percorreu a rua Guarani hoje pela manhã e verificou que, à exceção de uma tenda azul instalada na calçada, em frente a uns bancos de cimento que vieram do Terminal Rodoviário, tudo continua na mesma situação já descrita pela revista.

A tenda foi uma doação da viação Danúbio, que opera naquele local, mas está longe de proteger um grande número de usuários do transporte coletivo ao longo da calçada, sem proteção do sol da e chuva, como aconteceu na tarde de ontem em Ibiúna e em grande parte do Estado de São Paulo.

Em contato informal, via WhatSapp, o secretário de Desenvolvimento Urbano, ex-prefeito Fábio Bello, informou que a Prefeitura deverá implantar melhorias naquele local, sem, no entanto, revelar as formas. Usuários ouvidos por vitrine online pedem a mudança de local, indicando a Área de Lazer da cidade, próxima à rua Guarani, como alternativa ideal. (Carlos Rossini é editor de vitrine online)

Carlos Rossini

Carlos Rossini é jornalista, sociólogo, escritor e professor universitário, tendo sido professor de jornalismo por vinte anos. Trabalhou em veículos de comunicação nas funções de repórter, redator, editor, articulista e colaborador, como Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Diário Popular, entre outros. Ao transferir a revista vitrine, versão imprensa, de São Paulo para Ibiúna há alguns anos, iniciou uma nova experiência profissional, dedicando-se ao jornalismo regional, depois de cumprir uma trajetória bem-sucedida na grande imprensa brasileira. Seu primeiro livro A Coragem de Comunicar foi lançado na Bienal do Livro em São Paulo no ano 2000, pela editora Madras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *