Vitrine Online, a melhor informação !

EDITOR DE JORNAL QUE ATACOU O GOVERNO DE IBIÚNA É PRESO SOB SUSPEITA DE PRÁTICA DE EXTORSÃO

No começo de novembro de 2017, um jornal que normalmente não é visto em Ibiúna, foi distribuído fartamente sobretudo na região central da cidade com um conjunto de matérias e chamada de capa com diversas acusações contra o atual governo municipal. O destaque no alto mostrava fotos sob o título “Prefeito de Ibiúna nomeia seis parentes para cargos de confiança”. Várias chamadas na mesma capa com denúncias e pedidos de investigação sobre contratos firmados pela prefeitura tendo como protagonistas os vereadores Charles Guimarães e Rozi da Farmácia, oposicionistas ao atual governo.

No dia 19 de fevereiro último, o redator e editor responsável pelo jornal “Ação Regional”, com sede em São Roque, onde esse material foi publicado, Emmerson José Ferreira Pinto, foi preso sob suspeita de ter praticado crime de extorsão contra a prefeita de Araçariguama, Lili Aymar e seu marido, Carlos Aymar.

Segundo a denúncia feita à polícia por Lili e Aymar, Emmerson teria pedido ao casal R$ 80 mil em dinheiro para não denunciá-los na imprensa sobre uma série de supostas irregularidades que comprometeriam o casal. Emmerson teria pedido a uma terceira pessoa, pastor André, que trabalha na Prefeitura de Araçariguama, para pedir dinheiro ao casal em troca de manter em sigilo as supostas informações comprometedoras.

Como havia necessidade de haver algum tipo de comprovação do fato, foi montada uma cilada. O casal remeteu R$ 10 mil reais a Emmerson e quando este recebeu essa quantia acabou preso em flagrante. Passou uma noite preso em São Roque, foi transferido para o presídio de Capela do Alto, mas foi solto e irá responder ao processo em liberdade. De acordo com a Polícia de Sorocaba o inquérito deverá ser concluído ainda no começo deste mês de março.

ATAQUES EM IBIÚNA

A edição distribuída em Ibiúna, com diversos ataques contra a atual administração da cidade, é composta por oito páginas, praticamente quatro das quais [incluindo a capa], ou seja quase a metade do espaço editorial, são ocupadas por denúncias feitas pelo vereador Charles Guimarães [algumas delas co-assinadas pela vereadora Rozi da Farmácia]. Charles aparece em sete matérias e em sete fotografias do jornal “Ação Regional”, um fato surpreendente pelo destaque atribuído pelo editor ao parlamentar ibiunense.

Os pedidos de investigações e denúncias feitas por ambos os vereadores, e divulgadas no referido jornal, giram em torno de contratações “sem licitação ou suspeita de superfaturamento”, suspeita de irregularidades na gestão do Hospital de Ibiúna, aluguel de imóveis, visitas aos bairros para detecção de problemas e questionamentos sobre taxas de iluminação, de licença de taxistas e dos feirantes, entre outros temas específicos.

 

 

 

 

Comentários