Vitrine Online, a melhor informação !

IBIÚNA – AULA INAUGURAL REÚNE 200 ALUNOS DOS CURSOS UNIVERSITÁRIOS DA UNIVESP

Solenidade realizada na noite desta segunda-feira (13) no Centro Olímpico marcou a aula inaugural dos quatro cursos gratuitos ofertados pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo – Univesp. Duzentos alunos, familiares, secretários municipais e vereadores participaram do evento que segundo o prefeito de Ibiúna, João Mello, significa “uma ruptura de paradigma de uma possibilidade de estudos universitários para os ibiunenses”.

Os cursos resultam do convênio afirmado entre o Governo do Estado de São Paulo e a Prefeitura Municipal de Ibiúna e cada um deles começa com 50 alunos: Pedagogia, Matemática, Engenharia da Computação e Engenharia da Produção.

 

Mello explicou que o Estado entra com o projeto pedagógico, orientação e as aulas e a prefeitura, em contrapartida, fornece a estrutura, como prédio [na rua Zico Soares, onde funcionava uma unidade da Faculdade Estácio, no centro da cidade] com salas de aula e 50 computadores compatíveis com os cursos.

“Os ibiunenses agora vão poder cursar uma universidade gratuita de qualidade e, ao final de quatro anos [Pedagogia e Matemática] e de cinco anos [Engenharia da Computação e Engenharia de Produção], vão receber diplomas chancelados pela USP, Unesp e Unicamp, universidades de ponta no Brasil”, assinalou.

Mello disse ainda que esses cursos vão garantir um futuro melhor para os ibiunenses, o que não vinha acontecendo até agora. “Nos últimos 16/17 anos os outros gestores não pensaram no futuro dos jovens ibiunenses. Hoje somos o município de menor renda per capita da região, provavelmente porque faltou investimento nas pessoas.”

MANIFESTAÇÃO DE ALUNOS

Nayara Alexandra Góes Machado, 21, [Matemática], já formada em Administração de Empresas, disse que o curso significa “uma oportunidade para melhorar minha posição no mercado de trabalho e também de aprimorar e enriquecer meus conhecimentos ligados ao setor administrativo”.

Bruna Araújo, 24, [Engenharia de Produção], formada em Nutrição, pretende agregar valor “por meio do conhecimento que vou adquirir, abrindo novas oportunidades de trabalho”.

José Barbosa Neto, 46, [Engenharia da Computação], empresário que atua em uma loja de informática em Ibiúna, vê o curso como “uma oportunidade para agregar conhecimentos que me permitirão atuar na parte de engenharia, ampliando a oferta de serviços aos clientes”.

Ursula Gabriela Sena Pecci, 40, [Pedagogia], já formada em Ciências Biológicas, e professora, objetiva “aprimorar meus conhecimentos e aplicá-los na Educação”, onde atua.

 

 

Comentários