IBIÚNA – VÍDEO REVELA FATO VERGONHOSO NO TRANSPORTE DE ESTUDANTES

O alcaide ibiunense se encontrava muito longe de Ibiúna nesta terça-feira (30), quando um ônibus da Viação Raposo Tavares que havia ido buscar os estudantes no bairro da Cachoeira, fazia uma parada em frente ao Residencial Minha Casa, Minha Vida, na Estrada da Cachoeira.

Os estudantes, sob sol forte, desceram do coletivo para seguir a pé até as escolas na cidade. O vídeo feito por um cidadão, depois de receber denúncia de uma professora, revelou que alguns iriam enfrentar uma longa caminhada até escolas mais distantes, como Profa. Laurinda Pinto e D. Olímpia Falci.

O motivo desse fato, que já é rotineiro, segundo o autor do vídeo, é que o mesmo ônibus esvaziado, faz uma manobra e segue em sentido contrario em direção ao Bairro Dois Córregos, na estrada que liga Ibiúna a Mairinque, para buscar outros alunos.

O Conselho Tutelar – CT de Ibiúna recebeu a notícia divulgada ontem por vitrine online, bem como o vídeo que foi compartilhado pela revista eletrônica, uma vez que esse procedimento faz com que as crianças, além de se submeterem às intempéries, se sujeitam a riscos ao caminhar pelas vias públicas.

Se os pais dessas crianças se manifestarem junto ao CT e informarem, por exemplo, que seus filhos descem dos ônibus para não chegarem atrasados às escolas, terá que agir e exigir providências ao chefe do Executivo, responsável pela contratação e fiscalização dos serviços prestados pela Viação Raposo Tavares.

Se, no entanto, os alunos é que pedem para descer na estrada, talvez pouco provável, para não terem que ir até outro bairro distante, o 2 Córregos, então nada poderá fazer, do ponto de vista de defesa dos adolescentes.

LOGÍSTICA EQUIVOCADA

Independentemente de ser um ou outro caso, é claro que há um erro de logística nesse sistema de transporte. Talvez fosse mais correto ir primeiro buscar os alunos no bairro 2 Córregos e, em seguida, os que moram na Estrada da Cachoeira. Assim, todos seguiriam em segurança até a cidade.

Economizar nesse serviço, como alegou o autor do vídeo, é uma vergonha! O poder público ibiunense não pode deixar que isso prossiga e deve tomar providências imediatas em nome da segurança dos adolescentes.

AGRISHOW

O prefeito de Ibiúna na Agrishow, em Ribeirão Preto

Na hora em que os alunos desciam do ônibus sob sol forte e calor, o prefeito de Ibiúna se encontrava a 336 quilômetros de Ibiúna, no Agrishow, uma exposição anual de agronegócios em Ribeirão Preto, que seguirá até esta sexta-feira (3).

Carlos Rossini

Carlos Rossini é jornalista, sociólogo, escritor e professor universitário, tendo sido professor de jornalismo por vinte anos. Trabalhou em veículos de comunicação nas funções de repórter, redator, editor, articulista e colaborador, como Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Diário Popular, entre outros. Ao transferir a revista vitrine, versão imprensa, de São Paulo para Ibiúna há alguns anos, iniciou uma nova experiência profissional, dedicando-se ao jornalismo regional, depois de cumprir uma trajetória bem-sucedida na grande imprensa brasileira. Seu primeiro livro A Coragem de Comunicar foi lançado na Bienal do Livro em São Paulo no ano 2000, pela editora Madras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *